O governo federal decidiu trocar 10 milhões de geladeiras antigas, fabricadas antes de 2001, nos próximos 10 anos. O programa, que ainda não tem data para ser lançado oficialmente, foi discutido ontem no Planalto por oito ministros e aceito pelo presidente Lula.

Falta, no entanto, o principal: a definição das fontes de financiamento. Por enquanto, há recursos garantidos para a troca de 150 mil eletrodomésticos para a população de baixíssima renda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.