Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Gorbachov acha que Rússia sofrerá mais com crise

Moscou, 19 fev (EFE).- O ex-presidente soviético Mikhail Gorbachov disse hoje que acredita que a Rússia sofrerá as consequências da crise mundial em maior medida inclusive do que nos Estados Unidos, onde esta foi gerada.

EFE |

"Acho que nossa crise não será menos difícil e, talvez, inclusive maior do que nos Estados Unidos. Tem a vantagem que continuará sendo um país com uma divisa mundial e a imprensa para imprimi-la", disse Gorbachov, durante uma conferência na Universidade Internacional de Moscou, citado pela agência "Interfax".

Além disso, disse que a situação atual mostra "a crise da política imposta pelos Estados Unidos".

Lamentou também que, quando a crise ficou evidente, "as instituições internacionais, a ONU, o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional, não fizeram nada" e acrescentou que "estavam sob controle (dos Estados Unidos)".

Indicou que os Estados Unidos realizavam essa política porque se consideravam vencedores da Guerra Fria.

"O complexo do vencedor é uma doença terrível e (os EUA) ainda não superaram esse complexo", ressaltou. EFE egw/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG