O vice-presidente do Google, Sundar Pichai, afirmou que a empresa está um ano distante de tornar seu antecipado sistema operacional Chrome disponível para os usuários. Segundo Pichai, os rumores de que o Google estaria perto de lançar seu novo sistema não são verdadeiros.

O Chrome, que deverá estar disponível para os consumidores no segundo semestre de 2010, é um ataque direto à fabricante de softwares Microsoft, que há muito tempo domina o mercado e está agora tentando crescer no negócio principal do Google: os anúncios em páginas de busca. O Google anunciou em julho que estava trabalhando para desenvolver um novo sistema operacional que pretende guiar os usuários de internet para seus serviços e aplicativos.

Pichai não quis dizer quanto os aparelhos otimizados com o Chrome deverão custar, acrescentando que os fabricantes de hardware vão revelar os preços no próximo ano. "Esperamos ter aparelhos com o preço que as pessoas estão acostumadas", disse. O Google está concentrado em lançar os chamados netbooks produzidos para o Chrome, informou o executivo.

Pichai também afirmou que o código de fonte aberta do Chrome está agora disponível publicamente, o que permite que outros desenvolvedores contribuam ou modifiquem o software.

Analistas dizem que o sistema operacional do Google é uma estratégia de longo prazo ambiciosa para ampliar o alcance da companhia e aumentar o uso de sua ferramenta de busca e outros serviços que geram receita. No entanto, qualquer impacto sobre o desempenho financeiro da companhia vai demorar anos. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.