Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Goldman Sachs divulgou hoje um relatório em que revê de US$ 115 para US$ 70 a previsão para a cotação do barril de petróleo para o fim deste ano. Segundo o texto, a projeção anterior claramente subestimava a profundidade e a duração da crise financeira internacional e suas implicações no crescimento econômico e na demanda pela commodity .

O banco avalia que provavelmente este momento, com os mercados de crédito congelados, é o que apresenta o ponto máximo de fraqueza de demanda, mas considera que é difícil garantir isso diante das distorções que a crise tem causado no mercado como um todo, seja na produção, na demanda, nos estoques ou nos preços na cadeia do setor.

(Valor Online, com agências internacionais)