SÃO PAULO - O Goldman Sachs deve cortar 10% de sua equipe, ou 3,2 mil empregos. A informação foi passada por uma pessoa a par dos planos do banco de investimento a alguns veículos de comunicação dos Estados Unidos.

A rede de notícias CNN recordou que o Goldman Sachs foi um dos oito bancos nos EUA que recorreu ao programa do governo de US$ 250 bilhões para instituições financeiras com problemas.

Devido à piora na perspectiva de receita, o banco teria decidido pela implementação do enxugamento de pessoal.

O Wall Street Journal (WSJ) reportou que a intenção de cortar 10% de sua equipe de 32,5 mil funcionários é um sinal de aprofundamento das perdas de empregos em Wall Street.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.