Tamanho do texto

SÃO PAULO - A General Motors revelou hoje ter planos para cortar sua produção em 250 mil unidades durante o primeiro trimestre de 2009, em um momento em que as montadoras lutam para se manterem líquidas. A empresa, no entanto, não especificou quais fábricas serão afetadas pelo corte.

As 250 mil unidades a menos representam, aproximadamente, o volume de vendas mensal que a GM vinha registrando nos Estados Unidos.

Na noite de ontem o pacote de US$ 14 bilhões em empréstimos para GM, Ford e Chrysler fracassou no Senado americano, após ser aprovado na Câmara. O senador Harry Reid, líder da maioria democrata na Casa, sugeriu que a proposta que concede os recursos ao setor não deve ser retomada até janeiro. A Casa Branca e o Tesouro dos EUA, no entanto, disseram que deverão usar recursos do pacote de socorro aos bancos para ajudar as montadoras no curto prazo.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.