Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

GM toma iniciativas para diminuir custos e conseguir US$ 15 bilhões até 2009

SÃO PAULO - A General Motors (GM) pretende cortar em 20% os custos com funcionários assalariados e levantar de US$ 4 bilhões a US$ 7 bilhões por meio da venda de ativos e novos empréstimos. Também informou que vai suspender o pagamento de dividendo e eliminar determinadas compensações a empregados assalariados e executivos.

Valor Online |

Precisamos tomar algumas ações muito duras para garantir nossa sobrevivência e sucesso, declarou o executivo-chefe da montadora, Rick Wagoner, em conversa com jornalistas. Ele notou que a empresa experimenta um momento difícil sem precedentes.

As iniciativas de redução de custo, completou, devem ajudar a GM a elevar sua liquidez em US$ 15 bilhões até o fim do próximo ano.

Vale notar que a GM e outras empresas do setor estão sob pressão por causa dos altos preços dos combustíveis e uma diminuição na demanda por carros grandes, como utilitários esportivos.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG