Tamanho do texto

A General Motors está em negociações para retomar participação na Delphi Corp, fornecedora de peças que foi separada da montadora uma década atrás, segundo informações do Wall Street Journal, que cita fontes não identificadas. A GM também deve elevar o número de fábricas que irá fechar para além das nove já anunciadas, disseram as fontes.

Os executivos da GM discutem a questão sobre as fábricas da Delphi desde dezembro. A Delphi e as instituições que lhe concedem crédito pediram pelo menos US$ 2 bilhões, segundo as fontes.

Mas a GM deve pagar muito pouco ou nada, em consequência dos acordos prévios estabelecidos com a Delphi. No centro das discussões estão até cinco fábricas que produzem partes exclusivas para a GM. A Delphi está sob proteção judicial há 40 meses e tem drenado elevados montantes de recursos da GM, que durante muito tempo subsidiou suas operações.