Tamanho do texto

SÃO PAULO - A General Motors (GM) negou que tenha reaberto as conversas sobre uma possível fusão com a Chrysler. Matéria publicada hoje pelo Wall Street Journal (WSJ) dava conta que as montadoras tinham retomado as discussões do tema.

O jornal revelou, conforme pessoas a par da situação, que o Cerberus Capital Management LP, dono da Chrysler, indicou o desejo de desfazer-se de parte de sua fatia na Chrysler.

Vale recordar que GM, Chrysler e Ford foram ao Congresso dos EUA em busca de ajuda para lidarem com a crise financeira. Na semana passada, o Senado americano freou uma proposta de financiamento de US$ 14 bilhões ao setor automobilístico dos EUA.

Ontem, a Chrysler anunciou que irá suspender sua produção a partir de sexta-feira até 19 de janeiro.

(Valor Online, com agências internacionais)