WASHINGTON - A General Motors (GM) fechará duas fábricas, uma de produção de pickups e outra de impressão de metais, o que provocará a eliminação de 2.700 postos de trabalho, informou hoje a imprensa local.

A primeira fábrica que será fechada, em janeiro de 2009, será a de produção de pickups de Janesville, no estado de Wisconsin, que emprega 1.200 pessoas.

Já a feitoria de impresso de metais de Grand Rapids, Iowa, fechará no final de 2009, o que representará a eliminação de 1.520 postos de trabalho. Boa parte da produção de Grand Rapids é de componentes para pickups.

Em comunicado após o anúncio, o senador pelo Wisconsin Herb Kohl assinalou que junto com outros legisladores do estado estão tentando convencer a GM a "reconsiderar sua decisão de finalizar a produção em Janesville".

"Trabalhamos para fornecer a GM recursos federais para encorajar o reequipamento e a reabertura da fábrica de Janesville", acrescentou o senador.

A GM comunicou Kohl sobre a decisão na sexta-feira passada.

A fábrica em Janesville já tinha sido afetada há meses pela redução da produção de pickups, veículos que mais sofreram queda nas vendas de automóveis nos Estados Unidos.

Atualmente, Janesville só funciona de segunda a quinta-feira produzindo os carros Chevrolet Suburban e Tahoe, assim como o GMC Yukon.

No começo do ano, a GM tinha anunciado que a fábrica de Janesville continuaria funcionando até 2010, embora tenha destacado que o fechamento poderia acontecer antes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.