Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

GM e Opel unidas há 80 anos

Foi em 1929, ano da Grande Depressão, que o construtor automobilístico americano General Motors comprou seu concorrente alemão Opel, décadas mais tarde o motor de seu desenvolvimento na Europa.

AFP |

Nesta segunda e amanhã, terça-feira, as autoridades alemãs devem se reunir para discutir a crise e tentar ajudar a marca, que emprega quase 26.000 pessoas na Alemanha e sofre com os problemas de sua casa matriz.

Quando a GM comprou a Opel, esta última fabricava bicicletas, ramo no qual reivindica liderança mundial, e máquinas de costura, na origem de sua criação em 1862 por Adam Opel.

A Opel se lançou na produção de automóveis apenas em 1898, mas anunciou sua milésima unidade já em 1906, causando grande sensação na época.

Ela se tornou fornecedora da corte do imperador Guillerme II. Mas foram seus pequenos modelos acessíveis ao público em geral que garantiram seu sucesso.

A General Motors, que vê na Opel a marca chave para sua expansão na Europa, e concentra sua produção em um único veículo. Graça aos americanos, a produção em série ganha força rapidamente. O "Kadett", pequeno modelo família, se tornou um best-seller.

Durante a guerra, a Opel produzia principalmente caminhões "Blitz" para o exército. Depois, ela foi obrigada pelos Aliados a se concentrar na fabricação de refrigeradores.

A produção dos carros só engrenou mesmo no início dos anos 1950. Doze anos mais tarde, uma nova versão do "Kadett" começou a ser comercializada, alternativa ao fusca da Volkswagen e destinada ao público em geral.

O início dos anos 70 foi a época de ouro para a Opel, que possuía 20% do mercado alemão. Mas a Volkswagen roubou seu lugar ao lançar o Golf.

A partir daí, a Opel nunca mais se recuperou. As tentativas de diversificações seguintes no ramo de luxo (Omega) ou até carros esportes (Tigra) fracassaram. Os problemas de qualidades mancharam sua reputação.

Em 2001, ela sofreu, assim como sua casa matriz, uma difícil reestruturação. Conseguiu manter a cabeça fora d'água principalmente graças aos pequenos modelos Corsa e Astra.

ilp/lm/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG