Tamanho do texto

Bangcoc, 17 jan (EFE).- A montadora americana General Motors (GM) demitirá 790 trabalhadores de sua fábrica na Tailândia, após suspender temporariamente a produção em dezembro e janeiro perante a crise econômica mundial.

Fontes da empresa, citadas pela imprensa local, assinalaram que o corte de pessoal é inevitável e que a crise afeta todos os setores.

A fábrica tailandesa da GM, na província de Rayong, emprega cerca de três mil pessoas.

"No entanto, aqueles que percam seus trabalhos devido ao plano de regulação de emprego receberão uma compensação segundo o disposto na lei laboral tailandesa", informa a montadora em comunicado.

Recentemente, a companhia já havia introduzido um programa de demissão voluntária em que oferecia a seus trabalhadores um seguro-desemprego de 11 meses e 15 mil bat (US$ 429) adicionais. EFE grc/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.