Washington - A General Motors anunciou nesta quinta-feira que, a partir do primeiro trimestre de 2009, aproximadamente 1,6 mil funcionários de três fábricas americanas serão mandados embora devido à queda na demanda.

As demissões se somam aos 2,7 mil postos de trabalho que a montadora eliminará com o fechamento de duas unidades de produção no país.

Este ano, as vendas da GM nos Estados Unidos já caíram 18%. Para não piorar sua situação com a crise financeira internacional, a empresa decidiu acelerar a aplicação de medidas drásticas de redução de custos.

Na semana passada, analistas de mercado disseram que as vendas de automóveis em 2009 podem sofrer um colapso, o que aumentará a pressão sobre os fabricantes americanos, que acumulam prejuízos elevados e precisam de liquidez para não quebrar.

Mais notícias

Para saber mais

Serviço 

Opinião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.