Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Gerdau investirá mais de US$ 1,3 bilhão em siderúrgica peruana

Lima,1 set (EFE) - A Gerdau anunciou hoje em Lima um investimento de US$ 1,364 bilhão nos próximos cinco anos para ampliar a produção da Empresa Siderúrgica del Perú (Siderperú) e transformá-la em uma das maiores da América do Sul.

EFE |

"A Siderperú será a segunda maior da Gerdau no mundo, e lá vamos produzir aços longos e planos, praticamente a linha completa para abastecer nossos clientes", afirmou o presidente do grupo, André Gerdau, depois de se reunir no Palácio do Governo com o chefe de Estado peruano, Alan García.

A capacidade da siderúrgica será ampliada em dois períodos para que, em 2011, alcance uma produção de 1,5 milhão de toneladas de aço e, em 2013, de três milhões de toneladas, disse a Gerdau.

A Gerdau possui fábricas próprias em Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Estados Unidos, Peru, Uruguai, México, República Dominicana e Venezuela, e associações que a permitem compartilhar siderúrgicas na Espanha, Índia e em vários países da América Central.

A companhia diz que espera gerar quatro mil postos de trabalho durante a etapa de ampliação, e outros dois mil empregos diretos durante seu funcionamento.

A Gerdau destacou também que as ampliações na Siderperú permitirão exportar a produção excedente ao Chile, à Colômbia e ao resto do mundo, segundo a agência oficial "Andina".

A Siderperú - maior siderúrgica peruana - está situada aproximadamente 440 quilômetros ao norte de Lima e atualmente produz 450 mil toneladas de aço.

O embaixador do Brasil em Lima, Jorge d'Escragnolle Taunay Filho, confirmou para o dia 18 a reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com García em São Paulo, no contexto de um fórum empresarial bilateral. EFE watt/ab/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG