Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Gerdau e Fiat garantem investimentos apesar de incerteza externa

BRASÍLIA - Dois dos maiores empresários do país, Jorge Gerdau, do setor de siderurgia, e Cledorvino Belini, do ramo automotivo, afirmaram hoje que o Brasil deve crescer entre 4% e 4,5% em 2009 sobre este ano, apesar da crise externa. Eles disseram também não ver motivos para cancelar investimentos já anunciados para o médio prazo no país.

Valor Online |

Presidente para América Latina da montadora italiana Fiat, Belini afirmou que no setor automobilístico não há crise, pelo contrário, o mercado continua "ativo e forte". "Por enquanto, no nosso setor não estamos vendo nada", disse o executivo. "Se crescermos de 10% a 15% daqui para a frente, será um excelente desempenho", afirmou.

A Fiat manterá investimentos da ordem de R$ 6 bilhões até 2010, dos quais R$ 5 bilhões somente na produção de automóveis e o restante em infra-estrutura, logística e tecnologia. "Não vamos procurar negativismo onde não tem", completou Belini.

O presidente do conselho do Grupo Gerdau, por sua vez, afirmou que vai investir R$ 4 bilhões nos próximos três anos e que a demanda global por aço continua elevada. Ele citou que há alguma retração no mercado americano na procura por aços especiais, o que não atinge as empresas do grupo, que atuam lá em infra-estrutura.

"Esse jogo de mercado interno e mercado externo nós fazemos há dezenas de anos, por isso nossa política de investimentos não está amarrada a esse ou outro acontecimento", disse Gerdau, lembrando que as decisões do setor siderúrgico decorrem de planejamento antecedentes, para o longo prazo. "Posso até voltar atrás, mas não há cenário para isso", brincou.

Para Belini, a recuperação de preços do dólar poderá ser benéfica para as vendas da empresa no mercado interno, pois deve ajudar a reduzir as importações, previstas em 400 mil unidades neste ano, o dobro das cerca de 200 mil registradas em 2007.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG