Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Genro e Britto darão apoio contra ação criminosa em eleição no Rio

RIO - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto, e o ministro da Justiça, Tarso Genro, ofereceram hoje apoio ao grupo de trabalho anunciado ontem pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro, desembargador Roberto Wider, para combater a ação de grupos criminosos nas eleições municipais deste ano. Os três, mais o diretor geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, reuniram-se hoje durante uma hora e meia na sede do TSE, em Brasília.

Valor Online |

Os ministros comprometeram-se a alargar o trabalho iniciado ontem no Rio para identificar os beneficiários dessas ações criminosas e evitar a interferência das chamadas milícias e de traficantes de entorpecentes no processo político, afirmou Wider.

O desembargador e o ministro Britto concordam que a ação da Justiça Eleitoral não deve ter como foco a segurança pública, mas sim a lisura do processo eleitoral. As autoridades federais, a exemplo do que já está acontecendo no nível estadual, concordam que precisamos de uma ação de inteligência, e não de operações espetaculares, para impedir que criminosos se imiscuam na atividade política, disse Wider.

Wider confirmou ainda que Britto e Genro participarão, no próximo dia 11, no Rio de Janeiro, da reunião que discutirá os primeiros resultados das ações do grupo de trabalho formado para acompanhar o processo eleitoral no estado.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG