Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Genro assina regulamentação de serviços de call center às 15h

Uma portaria regulamentando decreto presidencial que estabelece um tempo máximo de espera do consumidor que ligar para os serviços de atendimento por telefone (os call centers) será assinada às 15 horas pelo ministro da Justiça, Tarso Genro. De acordo com informação distribuída pelo Ministério da Justiça, o texto define novas regras de funcionamento de todos os tipos de Serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC) para as operadoras de serviço público.

Agência Estado |

Haverá um prazo de pouco mais de um mês e meio para as empresas se adaptarem às mudanças, e as novas regras entram em vigor no dia 1º de dezembro. Terão que cumprir o decreto e a portaria as empresas dos setores de energia elétrica, telefonia, televisão por assinatura, planos de saúde, aviação civil, empresas de ônibus, bancos e cartões de crédito. Estão previstas multas que vão de R$ 200,00 a R$ 3 milhões para as empresas que descumprirem as normas.

O Ministério da Justiça informou também que, hoje, após a assinatura da portaria por Tarso Genro, a secretária de Direito Econômico, Mariana Tavares, e o diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Ricardo Morishita, darão entrevista coletiva para detalhar as mudanças.

O decreto e a portaria garantem ao consumidor, entre outros direitos, o de ser atendido por um funcionário (e não apenas por gravações eletrônicas); no caso de reclamação e cancelamento (de um serviço), fica proibida a transferência de ligação pelo atendente; será definido um prazo máximo de espera pelo atendimento; as reclamações terão que ser resolvidas em até cinco dias úteis; o pedido de cancelamento de um serviço será atendido imediatamente.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG