O presidente executivo do conglomerado americano General Electric (GE), Jeffrey Immelt, anunciou na sexta-feira que prepara medidas de redução de custos para a empresa, que incluirão o corte de um número não divulgado de funcionários, informou o Wall Street Journal em sua edição online.

"Os custos serão mais baixos em 2009 do quem em 2008 (...). Isto será assim em todos os setores", afirmou Immelt em uma entrevista publicada na sexta-feira no site do WSJ.

Embora tenha confirmado a decisão da empresa de demitir funcionários, Immelt não deu detalhes sobre quantos empregos devem ser eliminados.

Em abril deste ano, a GE já havia anunciado seu objetivo de cortar de dois a três milhões de dólares em custos de operação até o fim de 2008.

A diretora geral do braço da GE dedicado a tecnologias para empresas, Charlene Begley, indicou por sua vez um congelamento das contratações em seu setor, que emprega 17.000 pessoas.

Os anúncios de Immelt e Begley ocorrem duas semanas depois da divulgação dos resultados trimestrais da companhia, que registrou uma queda de 23% de seu lucro líquido, atribuída à turbulência nos mercados financeiros.

chr/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.