Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

GE e Safran criam parceria para explorar mercado de US$ 4 bilhões em equipamentos aeronáuticos

SÃO PAULO - A divisão de aviação da General Electric (GE) e o grupo Safran anunciaram que vão criar uma joint venture para desenvolver nacelas (suportes de motores a jato para aviões) para os sucessores das famílias 737 da Boeing e A320 da Airbus. Na avaliação das duas empresas, há um mercado de US$ 3 bilhões a US$ 4 bilhões nos próximos 10 a 15 anos para esse tipo de equipamentos.

Valor Online |

As duas companhias já são parceiras na fabricante de motores CFM International. Pelo acordo, a nova companhia de nacelas será dividida igualmente entre duas de suas subsidiárias: a Aircelle pelo lado da Safran e a Middle River Aircraft Systems (MRAS) pelo da GE.

Atualmente, essas duas subsidiárias ocupam, respectivamente, a segunda e a quarta posição no ranking mundial de fabricantes de nacelas. Elas disputam mercado com as empresas Goodrich, Nordam e Spirit AeroSystems. A primeira foi, recentemente, escolhida pela Pratt & Whitney para ser a fornecedora exclusiva de nacelas para os motores PW1000G que irão equipar o MRJ da Mitsubishi e a família CSeries da Bombardier.

Segundo o executivo-chefe da Aircelle, Jean-Pierre Cojan, o desenvolvimento de uma nova nacela totalmente integrada deverá levar cerca de cinco anos. Com a estimativa de que os substitutos para as famílias 737 e A320 só devam entrar no mercado entre nove e dez anos, a nova empresa também deverá oferecer programas de atualização para as plataformas já existentes.

O acordo entre as duas foi firmado ontem durante o Airshow de Farnborough (Inglaterra), mais importante feira aérea do mundo que se encerra no próximo fim de semana.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG