Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

GE Capital vai cortar 400 empregos na Austrália, diz jornal

A GE Capital, unidade financeira do conglomerado industrial norte-americano General Electric (GE), vai cortar mais 400 empregos e reduzir dramaticamente o tamanho de seu balanço patrimonial na Austrália e na Nova Zelândia, segundo reportagem publicada no website do jornal The Australian. Em janeiro, relatos da imprensa informaram que a GE Capital iria cortar até 11 mil empregos em consequência da desaceleração econômica global.

Agência Estado |

O diário citou Steve Sargent, presidente e executivo-chefe da GE Capital nos dois países. O executivo afirmou que os cortes serão feitos na Austrália e serão distribuídos uniformemente entre Melbourne e Sydney. As medidas são resultado de uma reestruturação global e de uma diminuição do negócio local de empréstimos imobiliários da companhia.

Embora Sargent não tenha revelado a despesa com reestruturação para completar a parte da GE Capital na integração global entre a GE Money e a GE Commercial Finance, ele afirmou que entre US$ 10 bilhões e US$ 15 bilhões serão cortados do balanço patrimonial das operações locais, que totalizam US$ 43 bilhões, "nos próximos anos", de acordo com o jornal.

"Mas o lucro líquido vai sofrer impacto apenas nominal", disse Sargent, projetando uma queda de 10% a 15% no lucro líquido da empresa neste ano. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG