O déficit das finanças públicas bateu recorde em dezembro de 44,2 bilhões de libras (61 bilhões de dólares) na Grã-Bretanha, após o resgate do banco Royal Bank of Scotland, anunciou nesta quarta-feira o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS).

Em dezembro de 2007, o déficit público chegou a 16,7 bilhões de libras na Grã-Bretanha, segundo o ONS.

O governo britânico injetou cerca de 20 bilhões de libras na recapitalização do RBS, instituição gravemente afetada pela crise de crédito, da qual o Estado possui agora quase 70%. Também tem 43% de seu concorrente Lloyds Banking Group.

"Estes dados confirmaram o que o povo já sabia, que a crise mundial de crédito está tendo um impacto nas finanças públicas", afirmou o ministério da Economia em um comunicado.

"A arrecadação de impostos procedentes do setor financeiro e do imobiliário está caindo e a recessão global está tendo impacto em todos os países do mundo", acrescentou.

od-rfj/lm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.