Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Gastos com consumo nos EUA ficam estáveis em agosto

Os gastos com consumo nos Estados Unidos ficaram estáveis em agosto em relação ao mês anterior, num sinal de enfraquecimento da economia americana durante o segundo semestre do ano. Ao mesmo tempo, os preços continuaram subindo.

Agência Estado |

Acordo Ortográfico Em julho, os gastos com consumo cresceram 0,1%, revisado em relação à estimativa anterior de aumento de 0,2%.

Já a renda pessoal subiu à taxa sazonalmente ajustada de 0,5% em comparação a julho, quando caiu 0,6% - dado foi revisado de retração de 0,7% estimada antes. A renda pessoal disponível - renda após tributos - caiu 0,9%, após declinar 0,8% em julho. A poupança pessoal como porcentual da renda disponível foi de 1% em agosto. Em julho, a poupança foi de 1,9%.

Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam aumento de 0,2% na renda pessoal e o mesmo porcentual nos gastos com consumo. Os gastos com consumo respondem por cerca de 70% do Produto Interno Bruto (PIB), refletindo uma grande parte da atividade econômica dos EUA.

PCE

O índice de preços para gastos com consumo pessoal nos Estados Unidos (PCE, na sigla em inglês) ficou estável em agosto em relação ao mês anterior, depois de subir 0,6% em julho. Segundo o Departamento do Comércio americano, em comparação a agosto do ano passado, o índice cheio do PCE avançou 4,5%.

O núcleo do índice de preços PCE, que exclui as variações de preços de alimentos e energia, avançou 0,2% em agosto em relação a julho, quando subiu 0,3%. Em relação a agosto do ano passado, o núcleo do índice PCE avançou 2,6%. Em julho, o núcleo do índice PCE subiu 2,5%. A alta de 2,6% do núcleo, em base anual, foi a maior desde janeiro de 1995.

O núcleo do PCE é considerado um indicador de inflação mais seguro pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) e costuma ser acompanhado pelas autoridades monetárias. O Fed estima que um nível adequado de oscilação do índice é de 1,5% a 2%. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre gastos de consumo nos EUA

Leia tudo sobre: gastos de consumo nos eua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG