Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Gasto público cresce menos

O aumento mais modesto dos gastos do governo em setembro merece destaque no superávit primário do setor público consolidado de agosto, segundo Fernanda Feil, economista da Rosenberg & Associados. Segundo o Banco Central, a economia fiscal feita pelo governo central (Tesouro, Banco Central e INSS) mais governos regionais e estatais federais foi de R$ 10,184 bilhões.

Agência Estado |

"O bom desempenho do superávit primário surpreendeu positivamente, resultado direto do aumento das receitas, bem como do crescimento mais modesto dos gastos. Os dados confirmam o bom momento fiscal, influenciado pelo crescimento da economia", comenta Fernanda.

Assim, acredita-se que a meta do ano será cumprida com folga. "De fato, projetamos um superávit para 2008 de 4,4% do PIB." Esse resultado é conseqüência do aumento da arrecadação dos estados e do crescimento das transferências do governo central. Por sua vez, os gastos com juros apresentam trajetória altista ,apesar do menor gasto neste mês com relação ao mês anterior.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG