Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Garibaldi defende acelerar aprovação de Badin para presidir CADE

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), defendeu nesta terça-feira a votação em plenário da indicação do procurador-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), Arthur Badin, para a presidência do órgão.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

"O nome dele é o único da lista de autoridades que está pronto para votação. Não tem razão para não votar. Eu defendo que vote já", disse o presidente. A votação em plenário será secreta e será preciso pelo menos 41 votos entre os 81 senadores para que Badin seja conduzido ao comando do conselho.

 O nome de Badin foi aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado por 21 votos favoráveis e nenhum contrário no último dia 26 de agosto. A polêmica em torno do nome dele era pela sua pouca idade. Badin tem apenas 32 anos.

Esta é a última semana de votações no Senado antes das eleições municipais de outubro. Garibaldi sugerirá aos líderes partidários do Senado uma pauta mais liberal possível para aproveitar a janela aberta na pauta de votação do plenário.

A reunião de líderes está marcada ara às 15h de hoje. Dentre as matérias prontas para ir à votação é o Fundo de Combate à Pobreza e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios.

Leia mais sobre a indicação de Badin ao Cade

Leia tudo sobre: badincade

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG