O campo petrolífero Júpiter contém mais petróleo em relação a gás do que o que se imaginava originalmente, disse o executivo-chefe da companhia portuguesa Galp Energia, Manuel Ferreira de Oliveira, em teleconferência. A companhia detém uma fatia de 20% no bloco BM-S-24, na Bacia de Santos, que contém a descoberta Júpiter, enquanto a Petrobras possui uma participação de 80%.

Segundo Oliveira, a reserva também possui mais gás carbônico do que o esperado. "Ele será injetado novamente, melhorando o fator de recuperação de petróleo", afirmou o executivo. As empresas ainda não fizeram uma estimativa de reservas para Júpiter, mas acreditavam antes que a descoberta contivesse principalmente gás natural. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.