Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Gabrielli nega demissão de terceirizados na Petrobras

RIO DE JANEIRO - O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, negou nesta quarta-feira que haja um programa de demissão de terceirizados na estatal. De acordo com o executivo, esses funcionários estão sendo substituídos por funcionários concursados.

Valor Online |

"O processo de primeirização vem desde 2001 e foi iniciado porque a Petrobras ficou dez anos sem contratar", frisou Gabrielli, que participou  de uma homenagem ao ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Gabrielli disse ainda que, apesar da crise financeira, não há um planejamento de corte de pessoal na empresa. Segundo ele, a Petrobras está bem posicionada em relação a concorrentes neste período de turbulência, graças às recentes descobertas no pré-sal, que podem até dobrar as reservas provadas da empresa nos próximos anos.

"Nós temos oportunidades comparativas muito boas, com descobertas gigantescas, as maiores dos últimos 20 anos no mundo. Então, nós temos um horizonte extremamente positivo no médio e longo prazo", ressaltou.

Leia tudo sobre: petrobras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG