RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, não vê impacto negativo da atual crise financeira internacional nos projetos para desenvolver a produção na camada pré-sal da bacia de Santos. Segundo Gabrielli, a percepção da empresa é a de que a crise não vai durar muito tempo. Os projetos do pré-sal não tem nenhum problema neste momento, porque não temos nenhum projeto estabelecido neste momento. Se a crise durar...mas na nossa visão (a crise) tem impacto de médio prazo e não é possível que esta crise se prolongue por muito tempo, disse a jornalistas no encerramento da Rio, Oil & Gas. Portanto achamos que frente a essa situação nós podemos enfrentar uma dificuldade de captação para nossos recursos, mas como nós achamos que os nossos projetos são muito bons, nós poderemos com um pouco mais de trabalho conseguir financiamento, concluiu.

(Por Denise Luna)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.