Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

G7 deseja novas regras para nova ordem econômica mundial

Os ministros das Finanças dos sete países mais ricos do planeta (G7) se comprometeram neste sábado em Roma a estimular novas regras para obter um nova ordem econômica mundial, anunciou o ministro da Economia e Finanças da Itália, Giulio Tremonti.

AFP |

"Acredito que o ponto fundamental da reunião foi o compromisso decidido a favor de novas regras para alcançar uma nova ordem econômica, que seja coerente com a estrutura do capitalismo e do mercado global", afirmou Tremonti.

Ele explicou que o pacote de novas regras, batizado na Itália como "padrão ético", deve servir de modelo a todos os países para que a ética tenha um papel chave na transparência das finanças, com a eliminação dos fundos especulativos e dos paraísos fiscais.

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Tim Geithner, afirmou que o país trabalhará com o G7 e o G20 para encontrar um consenso sobre as reformas que devem ser adotadas diante da crise econômica.

A idéia do padrão ético" será examinada na reunião de chefes de Estado e de Governo do G20, que reúne as potências desenvolvidas e em desenvolvimento, incluindo o Brasil, no dia 2 de abril en Londres, assim como na reunião de cúpula do G8 em julho na ilha italiana de Magdalena.

Tremonti desmentiu ainda que algumas nações tenham adotado medidas protecionistas.

"Acredito que até agora não foram utilizadas no mundo medidas que indiquem tendências perigosas", disse.

Os ministros do G7 se reuniram sexta-feira e sábado na capital italiana para buscar soluções à crise econômica mundial e evitar o avanço do protecionismo.

kv/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG