Tamanho do texto

SÃO PAULO - O G-20 teria aceitado elevar os recursos do Fundo Monetário Internacional (FMI) em US$ 500 bilhões, conforme fontes na reunião de cúpula do grupo que ocorre nesta quinta-feira em Londres. Além de contemplar m importante reforço econômico para o FMI, rascunho que circula pelo centro de convenções ExCel revela que os representantes do G-20 pensam em aprovar a criação de uma agência de supervisão de fundos de hedge e de regulamentação do sistema. Aparentemente, existe a confiança de as diferenças podem ser superadas e chegar-se a um plano para ajudar a lidar com a crise econômica. Estados Unidos e Inglaterra querem que os países aceitem mais medidas de estímulo econômico à frente de novas regras para o sistema bancário.

França e Alemanha querem essas regulamentações em primeiro lugar e mostram resistência em injetar mais recursos em suas economias.

Alguns participantes do encontro manifestaram confiança, contudo, em um acordo para regular o sistema financeiro.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.