Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fusões e aquisições caem 7% no ano, aponta PricewaterhouseCoopers

SÃO PAULO - Foram registradas 603 fusões e aquisições envolvendo empresas brasileiras no acumulado do ano até novembro, segundo dados apurados pela PricewaterhouseCoopers. O total de transações é 7% menor do que o número registrado no mesmo período de 2007, quando o acumulado foi de 650, mas representa um aumento de 19% sobre 2006, quando ocorreram 508 transações.

Valor Online |

Os setores de alimentos e educação foram os destaques do período. Foram 77 transações envolvendo frigoríficos, abatedouros e laticínios. O setor de Educação registrou 48 operações e revela uma tendência de consolidação das instituição de ensino superior por alguns operadores, notadamente Estácio de Sá, Anhangüera e Kroton Educacional.

Outro fator verificado no período foi que, até novembro, houve uma diminuição da participação de investidores estrangeiros no número de aquisições: foram 28% do total, frente a 32% em 2007 e 46% em 2006.

Dentre as maiores transações do mês, estão as do Banco do Brasil, que incorporou o Banco do Estado do Piauí por R$ 81,7 milhões e adquiriu a Nossa Caixa por R$ 5,38 bilhões; a compra pelo Unibanco da participação que a AIG detinha da Unibanco AIG Seguros por US$ 820 milhões; a aquisição pela Monsanto das empresas CanaVialis e Alellyx por US$ 290 milhões, além das transações realizadas pela Companhia Vale, que adquiriu a Mineração Onça Puma (MOP), Petroleum GeoscienceTechnoloy (PGT) e a Valco.

Para dezembro, espera-se um volume de 30 transações, o que representaria uma queda de 58% em relação a dezembro de 2007, quando ocorreram 72 fusões e aquisições.

(Vanessa Dezem | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG