Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fusão cria nono maior banco das Américas em ativos, diz Economática

SÃO PAULO - A fusão entre Itaú e Unibanco cria uma instituição financeira com ativos superiores ao do Banco do Brasil - até então o maior do país por essa classificação.

Valor Online |

 

Os R$ 575 bilhões em ativos combinados - que constituem o maior banco do Hemisfério Sul, segundo comunicado do Itaú - também colocam a instituição como a nona maior em um ranking de bancos da América Latina e dos EUA.

De acordo com os cálculos da consultoria Economática, os ativos do Itaú-Unibanco equivalem a US$ 324,042 bilhões, deixando-o atrás apenas de Citigroup, JP Morgan, Bank of America, Goldman Sachs, Merrill Lynch, Wachovia, Wells Fargo e Bear Stearns.

No ranking por valor de mercado com instituições dos EUA e latino-americanas, o banco resultante da fusão fica em sexto lugar, com US$ 41,323 bilhões (posição das ações em 31 de outubro). À frente aparecem apenas JP Morgan, Wells Fargo, Bank of America, Citigroup, e US Bancorp.

Nessa lista por valor de mercado, segundo a Economática, o Bradesco vem em nono lugar, com US$ 34,162 bilhões. O Santander Brasil aparece em 14°, com US$ 20,02 bilhões, e o Banco do Brasil em 16°, com US$ 17,751 bilhões.

Leia tudo sobre: unibanco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG