Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

FUP aciona Justiça em PE e MG contra 10ª Rodada

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou hoje que foram impetradas ações judiciais em Pernambuco e Minas Gerais contra a 10ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP), prevista para acontecer na próxima quinta e sexta-feira (dias 18 e 19). Paralelo às ações judiciais, a FUP está realizando hoje paralisação por 24 horas em várias unidades da Petrobras em todo o Brasil desde zero hora de hoje.

Agência Estado |

A Petrobras informou que não houve necessidade de acionar seu plano de contingência, já que não houve prejuízo da produção e refino no País.

Segundo a FUP, no Paraná, os trabalhadores da Repar decidiram manter a greve por 48 horas, até meia-noite de amanhã. Em Minas Gerais, os trabalhadores da Refinaria Gabriel Passos (Regap) não estão entrando para trabalhar. Não houve troca de turno desde 23h30 de ontem. O grupo que assumiu o turno às 15h30 desta segunda-feira permanece na refinaria e só deverá ser substituído às 23h30 de hoje.

Já em São Paulo, diz a FUP que os trabalhadores da Refinaria de Paulínia (Replan), suspenderam a troca de turno às 6h30 de hoje e permanecerão em greve por 24 horas. Pela manhã, os trabalhadores da refinaria participaram de uma passeata e ato político realizados pela FUP, Sindipetro, CUT, MST e pela Intersindical. Em Mauá (SP), os trabalhadores da Refinaria de Capuava (Recap) suspenderam a troca de turno, às 23 horas de ontem e retomarão às 19 horas de hoje. Nos terminais de São Paulo, também foram suspensas as trocas de turno em Guarulhos, Guararema e Barueri.

Em Pernambuco, os trabalhadores do Terminal Aquaviário de Suape suspenderam a troca de turno às 7h30 e só farão a rendição amanhã pela manhã. Além dos trabalhadores próprios da Petrobras, os trabalhadores terceirizados também participam da paralisação. Na Paraíba, os trabalhadores do Terminal de Cabedelo e do gasoduto de Paratibe realizaram atrasos na entrada do expediente.

Em Santa Catarina, os trabalhadores dos terminais de Guaramirim, Itajaí e Biguaçu atrasaram em quatro horas o início do expediente, realizando uma grande manifestação pela manhã na entrada das unidades. No Rio Grande do Norte, segundo a FUP, os trabalhadores estão realizando atrasos e operações padrões nas plataformas marítimas e unidades de produção terrestre, além de concentrações nas sedes administrativas da Petrobras, em Natal e em Mossoró. As manifestações continuam ao longo desta semana.

No Amazonas, os trabalhadores da Refinaria de Manaus (Reman) estão realizando atrasos de duas horas nas trocas de turno. Na Bahia, os petroleiros atrasaram a entrada do expediente da Refinaria Landulpho Alves (Rlam) e fizeram uma manifestação na BR 110, em Catu, paralisando a rodovia.

Na Bacia de Campos, Espírito Santo, Ceará e Duque de Caxias, os trabalhadores também realizaram atrasos e mobilizações. Para a madrugada de hoje para quarta-feira, a FUP planeja uma vigília em frente à Candelária, que contará com a presença de representantes e militantes do MST, UNE, CUT e vários movimentos sociais.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG