Tamanho do texto

Um fundo de investimentos imobiliários do banco espanhol Santander pediu nesta segunda-feira às autoridades da Bolsa de Valores espanhola que congelem durante dois anos a devolução das somas devidas aos investidores porque não tem condições de atender aos pedidos.

"O valor dos reembolsos solicitados pelos participantes do fundo até 13 de fevereiro de 2009 (inclusive) chega a 2,617 bilhões de euros, o que representa 80% do patrimônio do Fundo no final de janeiro", segundo comunicado do Santander à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV).

"O fundo carece atualmente de liquidez necessária para enfrentar o pagamento integral do citado valor", destacou Santander Real Estate, filial de Satander, responsável destes fundos.

O Santander pediu autorização à CNMV para "suspender o reembolso das participações por um período de dois anos", segundo o documento.

fz/lm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.