Por unanimidade, os funcionários dos Correios decidiram nesta tarde permanecer em greve por tempo indeterminado. Nas assembléias dos sindicatos da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) em todo o País, eles votaram por permanecer paralisados até que um acordo seja fechado.

Uma nova audiência de conciliação entre a Fentect e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) está marcada para o próximo dia 15, no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Os trabalhadores reivindicam, entre outras medidas, o fim do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que começou a ser implantado em 1.º de julho e que permite demissão por baixa produtividade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.