Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Funcionários do Correios devem formalizar hoje proposta para encerrar greve

BRASÍLIA - Os funcionários dos Correios devem formalizar hoje, até as 18h, a contraproposta apresentada informalmente ontem ao presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Rider Brito, segundo o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos (Fentect), Manoel Cantoara.

Valor Online |

A categoria reivindica o pagamento de abono emergencial de 30% sobre o salário-base, de julho a setembro, para os carteiros. Além disso, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) se comprometeria a pagar a partir de outubro o piso salarial de R$ 260 e a descontar apenas metade dos dias parados.

De acordo com ele, a proposta formal da ECT tem pontos que não atendem às reivindicações dos carteiros, em greve há 18 dias. O ofício com a proposta da empresa foi assinado pelo chefe do Departamento Jurídico,Wellington Dias da Silva.

O representante dos carteiros comentou que as divergências são relacionadas à discussão do plano de cargos, carreiras e salários de 2008 com a mediação do TST e ao pagamento de metade dos dias trabalhados. Nós compensaríamos os dias parados, com um mutirão entregando as correspondências atrasadas, o que seria bom para sociedade, acrescentou Cantoara.

A proposta da ECT, caso seja aceita pelos carteiros, prevê multa diária de R$ 100 mil se o TST determinar a suspensão da greve. O presidente do tribunal aguarda a formalização da proposta da Fentect para se pronunciar.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: correios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG