Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Funcionários de companhias aéreas argentinas retomam atividades após greve

Buenos Aires, 24 out (EFE).- Após paralisar hoje por cinco horas seu serviço no aeroporto para vôos domésticos de Buenos Aires, os trabalhadores de Aerolíneas Argentinas retomaram suas atividades depois que a empresa lhes desse garantias de segurança.

EFE |

Assim disse Rodrigo Borrás, delegado sindical da Associação do Pessoal Aeronáutico (APA), ao anunciar o fim da greve que os trabalhadores da Aerolíneas Argentinas e da Austral, sua subsidiária para vôos locais, tinham decretado no começo da manhã.

A medida de protesto tinha sido declarada depois que dois passageiros agredissem dois supervisores da Aerolíneas Argentinas, do grupo espanhol Marsans, quando estes anunciaram o cancelamento de alguns vôos por falta de aviões.

"Os funcionários já estão retornando a seus postos e agora cuidaremos da reprogramação das saídas dos aviões", disse Borrás, em declarações no aeroporto Jorge Newbery de Buenos Aires, onde centenas de passageiros aguardam impacientes para embarcar em seus vôos.

A Aerolíneas Argentinas confirmou em comunicado que a "situação começou a se normalizar paulatinamente", informou que as demoras nos vôos que acabaram nas agressões aconteceram porque "cinco aviões da frota tiveram que pernoitar" em outros aeroportos do país "por terem apresentado problemas técnicos". EFE cw/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG