Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Funcionários da GM protestam contra demissões em São Paulo

SÃO PAULO - Funcionários do primeiro turno da General Motors (GM) de São José dos Campos (SP), no Vale do Paraíba, pararam as atividades por duas vezes nesta terça-feira em protesto às demissões anunciadas pela montadora nos últimos dias.

Redação com Agência Estado |

AE
Funcionários da GM fazem paralisação de um hora
Funcionários da GM fazem paralisação de 1 hora
De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, os trabalhadores pararam a produção entre 5h50 e 6h50 e entre as 14h30 e as 15h30, numa atividade que é a primeira de uma denominada "escalada de mobilizações" contra as demissões.

Ainda segundo o sindicato, na assembleia, os metalúrgicos aprovaram por unanimidade a exigência de que a empresa readmita os trabalhadores dispensados e conceda estabilidade no emprego a todos. A unidade de São José dos Campos emprega cerca de 8,9 mil pessoas.

Os trabalhadores ainda reivindicaram a atuação dos governos federal, estadual e municipal contra as demissões e em favor dos empregos dos metalúrgicos. O sindicato buscará negociar com a empresa o mais rápido possível.

Na quinta-feira o sindicato fará mais duas assembleias como as de hoje, nos dois turnos.

A GM dispensou, na segunda-feira, 744 trabalhadores com contrato temporário na unidade de São José dos Campos, um mês após o governo reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O vice-presidente da montadora no Brasil, José Carlos Pinheiro Neto, disse que a redução do IPI não recuperou o ritmo de vendas dos modelos fabricados na unidade. Tomamos a decisão rigorosamente seguindo o mercado interno.  

Queda nas vendas

A GM viu suas vendas de automóveis e comerciais leves caírem 1,3% em dezembro em relação a novembro, para 29.310 unidades. No mesmo período, as vendas de veículos novos vendidos no país pela indústria subiram 9,4%.

A empresa informou que "compromete-se" a dar prioridade à readmissão dessas pessoas caso as vendas se normalizem.

GM demite 744 funcionários em São Paulo

Leia também:

 

Leia mais sobre GM

Leia tudo sobre: gm

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG