Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fujitsy compra parte da Siemens na associação de PCs

Por Sachi Izumi TÓQUIO (Reuters) - O conglomerado japonês de eletroeletrônicos Fujitsu vai comprar os 50 por cento que a Siemens controla na joint venture de computadores entre as duas companhias por 450 milhões de euros (567 milhões de dólares), em uma tentativa de ampliar sua presença em mercados internacionais.

Reuters |

A Fujitsu informou que espera que a aquisição possa ajudá-la a se fortalecer na concorrência com IBM e HP no mercado de servidores na Europa, Oriente Médio e África.

O acordo também deve permitir que a Siemens, que está se desfazendo de alguns negócios que fujam à sua atividade principal, possa garantir mais recursos para as áreas de energia e serviços de saúde em um momento em que a crise financeira global pode reduzir a demanda por computadores.

A Siemens disse que poderá fortalecer seu caixa em 310 milhões de euros no fechamento do acordo com a Fujitsu, esperado para abril.

"Nós queremos competir com IBM e HP, mas mesmo com essa aquisição não estamos no nível de enfrentar uma luta", disse Tatsuo Tomita, vice-presidente executivo da Fujitsu, em uma coletiva de imprensa.

"Nós hoje temos uma participação de mercado de um dígito, mas queremos elevar para dois dígitos", completou.

A associação Fujitsu Siemens Computers (FSC) é a maior fabricante de computadores pessoais da Europa e emprega algo como 10,5 mil pessoas em todo o mundo, a maior parte dos quais na Alemanha.

A Fujitsu informou não ter planos de cortar postos de trabalho na empresa. Ela também disse que não tem uma decisão a respeito da linha de computadores pessoais da companhia, que gera em torno de 20 por cento de suas vendas. Algumas reportagens já cogitaram que a Fujitsu possa sair desse negócio após a aquisição.

(Reportagem de Nathan Layne)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG