A Rússia deve encerrar o ano de 2008 registrando uma fuga de capitais da ordem de 100 bilhões de dólares, informou nesta sexta-feira o vice-presidente do Banco Central russo, Alexei Uliukaev.

A fuga de capitais se aprofundou com o agravamento da crise econômica mundial, antes do início do último trimestre do ano. O país quase não teve fluxo de capitais para o exterior no primeiro trimestre, chegando a registrar afluência de moeda estrangeira no segundo, segundo Uliukaev.

"Em setembro e outubro começamos a acumular saídas de capitais que, ao fim de 11 meses, somam cerca de 80 bilhões de dólares", indicou o vice-presidente do BC russo, citado pelo site do canal de televisão Russia Today.

"Provavelmente, a cifra final de 2008 se aproximará dos 100 bilhões", acrescentou.

sjw/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.