SÃO PAULO - O grupo JBS, dono da marca Friboi, anunciou hoje o início das operações de seu banco próprio, o JBS Banco, que terá atividades 100% destinadas ao setor pecuarista. Com capital inicial de R$ 30 milhões, a instituição vai oferecer aos produtores linhas de financiamento voltadas a aquisições de bovinos, construção e reforma de locais para confinamento, custeio do processo de engorda e adiantamento de valores relativos à venda do gado.

Aos clientes do JBS Banco também serão oferecidos produtos financeiros tradicionais, como cheque especial, conta garantida e certificado de depósito bancário (CDB). Segundo o presidente do JBS Banco, José Geraldo Dontal, o grande diferencial da instituição é a possibilidade de as operações de crédito serem sistematicamente liquidadas com recursos provenientes do abate de bovinos nas unidades da JBS.

Segundo a empresa, o momento para o lançamento do banco não poderia ser mais adequado, já que a pecuária brasileira passa por um processo de grandes mudanças, baseado no aumento de preços provocado pela escassez de bovinos e na expansão das áreas de confinamento, o que permite reduzir em até um ano o ciclo de cria, recria e engorda.

O presidente do Conselho de Administração do banco, Joesley Mendonça Batista, afirma que após um período de estagnação da renda para o setor, é chegada a hora de tornar a pecuária brasileira mais produtiva.

É preciso triplicar a produtividade de carne por hectare, afirmou Batista.

Ele lembrou ainda que o fornecedor de gado tem necessidades financeiras muitas vezes não atendidas pelo sistema bancário tradicional, tanto em termos de financiamento quanto de serviços financeiros. A partir dessa avaliação, vimos a oportunidade para o lançamento de um banco focado exclusivamente para o mercado da pecuária, completou Dontal.

(Murillo Camarotto | Valor Online )

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.