Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Frigorífico Independência fecha unidade em Campo Grande

SÃO PAULO - O Frigorífico Independência anunciou nesta segunda-feira a suspensão das atividades de sua planta localizada em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. Em comunicado oficial, a empresa disse que o fim das atividades da unidade está relacionado a um ajuste feito entre a produção de carne e a disponibilidade de animais.

Agência Estado |

De acordo com o frigorífico, a unidade de Campo Grande estava operando com 60% da capacidade instalada, nível inferior à média de outras plantas do grupo. A indústria estava em operação desde 2000 e tem capacidade de abate de mil cabeças de bovino por dia. Com isso, os abates que vinham sendo realizados na capital sul-mato-grossense serão direcionados para as unidades de Anastácio e Nova Andradina, no mesmo Estado.

"A empresa entende que o fechamento da unidade de Campo Grande resultará na otimização da produção das unidades de Mato Grosso do Sul, não comprometendo o volume de abate do Independência como um todo. A empresa espera redução significativa dos custos fixos de produção em função do encerramento das atividades nessa unidade", informa a empresa em nota.

Mesmo Mato Grosso do Sul sendo detentor do segundo maior rebanho do Brasil, o Estado sofre com a falta de matéria-prima. Aliado a esse fator, o Estado tem uma capacidade instalada para abate muito elevada, o que aumenta a concorrência entre os frigoríficos que atuam na região. "Essa decisão foi tomada diante da realidade do mercado. Sabemos do impacto social e econômico das nossas atividades e também o quão delicada é a situação e por isso procuramos tomar as devidas providências com o maior respeito possível a todos os envolvidos", afirma o diretor administrativo do Independência, Osvaldo Prado, em nota.

O Independência informou ainda que a suspensão dos abates em Campo Grande não vai comprometer os planos do frigorífico para este ano. O grupo tem plantas em sete Estados e uma no Paraguai, com capacidade total de abate de 11.800 cabeças por dia nas 14 plantas que possui, além de três curtumes, três fábricas de charque e cinco módulos de produção de biodiesel.

Leia tudo sobre: frigorífico independência

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG