O ministro especial da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, estimou há pouco que a elaboração do Plano Nacional de Banda Larga deverá ser concluída em aproximadamente 15 dias. O ministro disse que o governo nunca esteve distante das empresas privadas de telecomunicações no processo de montagem desse projeto e que tem conversado com todas as concessionárias de telefonia e com provedores de internet.

O ministro especial da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, estimou há pouco que a elaboração do Plano Nacional de Banda Larga deverá ser concluída em aproximadamente 15 dias. O ministro disse que o governo nunca esteve distante das empresas privadas de telecomunicações no processo de montagem desse projeto e que tem conversado com todas as concessionárias de telefonia e com provedores de internet. Segundo o ministro, não havia a expectativa de o plano ser fechado ontem. Ele comparou a elaboração do projeto com o marco regulatório do pré-sal que, depois de uma suposta conclusão, demorou ainda dois a três meses para ficar pronto. De acordo com ele, o Plano de Banda Larga ficou temporariamente parado porque o governo estava envolvido na elaboração da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e no processo de troca de ministros. Franklin Martins avaliou que o governo, para pensar numa parceria com as teles, precisa estar com seu plano pronto. "O governo tem que fazer seu plano para conversar com as teles", disse. Desde às 9h, o presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, está reunido com a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, para discutir uma proposta da empresa para o plano.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.