Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Frango e peixe são opções mais em conta

Com o preço da carne em alta, peixe e frango são alternativas para quem quer economizar sem abrir mão de uma alimentação equilibrada. As carnes brancas, além de serem mais baratas, também são mais saudáveis, declara a nutricionista Isabel Marçal, da organização não-governamental (ONG) Banco de Alimentos.

Agência Estado |

Nos últimos tempos, peixe e frango também registraram aumento. Mas, nesses casos, os preços subiram menos que o da carne. Em junho, a inflação do peixe ficou em 1,18%; a das aves, em 6,10%.

Mas esses produtos já são, na maioria dos casos, mais baratos que a carne bovina. Em um supermercado da rede Carrefour, na Zona Norte da Capital, um quilo de merluza estava a R$ 5,40 anteontem. O do peito de frango era vendido a R$ 5,90. Já o quilo do acém, um dos cortes mais baratos da carne bovina, custava R$ 9,49.

Para a família da estudante Thábata Fiori, de 20 anos, a carne vermelha costumava ser a base da maioria das refeições. Mas, agora, algumas coisas mudaram. "A gente varia mais o cardápio entre frango, salsicha e lingüiça", diz Thábata. "Mesmo assim, os gastos no açougue ficaram maiores."

A nutricionista Isabel sugere peixes ricos em ômega 3, como sardinha e merluza, como substituição. "São produtos baratos o ano todo." O frango, segundo ela, pode tornar o churrasco mais barato. "É possível fazer uma quantidade maior de asa, coxa e lingüiças de frango e assar menos carne", diz Isabel.

Mas, para quem não consegue mesmo abrir mão da carne vermelha, a nutricionista dá uma dica: "Compre cortes mais baratos, como coxão mole ou duro, passe a poupa do mamão na carne e espere duas horas. Ela vai ficar tão macia quanto uma maminha."

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG