Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Francal 2008 recebe número recorde de lojistas

A 40ª Feira Internacional de Calçados, Acessórios de Moda, Máquinas e Componentes (Francal), encerrada ontem, recebeu 51.714 visitantes nos quatro dias do evento, no Parque de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

Agência Estado |

Apesar de não apresentar um balanço dos negócios feitos durante a feira, a organização comemorou. O motivo é o número recorde de lojistas: do total de visitantes, 40% ou cerca de 20 mil são comerciantes, público-alvo do evento.

No último dia da Francal, era nítida a satisfação dos expositores, cerca de mil. O Grupo Arezzo S/A, que levou três marcas (Arezzo, Schultz e Alexandre Birman) à feira, estima crescimento de 20% nos negócios durante o evento ante a edição do ano passado. "Nós recebemos 800 clientes e, diferente das feiras internacionais, os lojistas brasileiros freqüentam as feiras para comprar", diz Alexandre Birman, vice-presidente do Grupo.

Em sua primeira exposição após a compra de 15,06% do capital da marca Azaléia, em agosto de 2007, o Grupo Vulcabrás/Azaléia - que tem as marcas Olympikus, Reebok, OLK, Azaléia, A/Z, Dijean, Funny e Opanka - montou o maior estande da feira (300 metros quadrados) e recebeu 17 mil pessoas durante os quatro dias de feira. O caixa do gigante do setor calçadista brasileiro já sentiu o reflexo do bom movimento. "Teremos um acréscimo de 40% no faturamento em relação ao ano passado", destaca Pedro Bartelle, diretor de marketing. Com 150 modelos expostos, a grife Claudina também comemora o bom desempenho durante a maratona da 40ª Francal. "Apenas nos dois primeiros dias nós já tínhamos duplicado os negócios em relação a 2007. Fechamos a feira com resultados três vezes superiores aos da edição anterior", comemora Leonardo Tumolo, supervisor de vendas da marca.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG