Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

França pode emprestar US$ 7,8 bi a Renault e Peugeot

PARIS - O governo francês emprestará cerca de ¿ 3 bilhões (US$ 3,9 bilhões) para cada uma das montadoras Renault e PSA Peugeot Citröen, como parte da ajuda à indústria automobilística que será anunciada nesta segunda-feira, segundo os jornais Les Echos e Le Figaro. A fim de receber os empréstimos a taxas de juros preferenciais, ambas as montadoras deverão se comprometer a não dispensar trabalhadores nem fechar fábricas na França.

Agência Estado |

As empresas também terão de assumir o compromisso de moderar o pagamento de dividendos e cortar os bônus para executivos, segundo as reportagens. O primeiro-ministro François Fillon prometeu às montadoras francesas no mês passado uma ajuda entre ¿ 5 bilhões e ¿ 6 bilhões. O montante pode aumentar se o governo decidir ajudar também a fábrica de caminhões Renault Trucks, que é controlada pela Volvo.

Em dezembro, o governo concedeu ¿ 1 bilhão em empréstimos com taxas de juros preferenciais para os braços financeiros das montadoras. Também foi concedido um bônus aos compradores, a fim de estimular a aquisição de novos veículos.

O pacote de ajuda disseminou o medo do protecionismo depois de autoridades francesas, incluindo o presidente Nicolas Sarkozy,
terem dado a entender que o socorro seria atrelado à volta, para a França, da produção hoje realizada em outros países, incluindo os da União Europeia. O Financial Times informou que Paris também pedirá que as montadoras beneficiadas com a ajuda oficial comprem apenas autopeças fabricadas na França. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre: Renault - Peugeot

Leia tudo sobre: peugeotrenault

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG