Paris, 20 jan (EFE).- A França dará uma ajuda entre 5 bilhões de euros e 6 bilhões de euros à indústria automobilística, anunciou hoje o primeiro-ministro francês, François Fillon, na abertura dos Estados Gerais do Automóvel, encontro que agrupa todos os agentes do setor na França.

"Nosso esforço pelos fabricantes será massivo", afirmou o chefe de Governo francês, quem acrescentou que "falamos de somas da ordem entre 5 bilhões de euros a 6 bilhões de euros ".

Ele ressaltou, no entanto, que esse "esforço" do Estado deverá ser acompanhado de compromissos "exemplares" por parte dos construtores, em "contrapartida".

Não haverá "esforço do Estado sem compromissos dos fabricantes", sentenciou Fillon, acrescentando que os poderes públicos não ajudarão "um fabricante que decidir fechar simplesmente uma ou várias fábricas de produção na França".

Enviou também a mensagem de que se devem buscar "respostas adaptadas a cada elo da cadeia, especialmente às mais estratégicas" e não só nas fábricas de veículos.

"A França não deixará desabar sua indústria automobilística, mas esta indústria deve, em troca, provar uma grande responsabilidade", condicionou. EFE jaf/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.