Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fracassa o terceiro leilão de bois piratas

Pela terceira vez, o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) fracassou na tentativa de leiloar o rebanho de bois piratas apreendido no Pará. As 3.

Agência Estado |

046 cabeças, divididas em seis lotes, não receberam oferta de compra. O governo ficará responsável pelos animais durante mais uma semana, no mínimo. Eles estão na Estação Ecológica da Terra do Meio, em Altamira (PA).

Na semana passada, o valor mínimo pedido pelo governo era de R$ 3,9 milhões. Ontem, os lotes foram ofertados por R$ 3,151 milhões. Na sexta-feira, o Ministério do Meio Ambiente havia informado que reduziria em 60% o valor. Mas o corregedor-geral da Justiça Federal da 1ª Região, Olindo Herculano de Menezes, determinou que o preço não poderia ser inferior ao de mercado. Para o ministério, a manutenção do valor sem deságio impede o sucesso do leilão. A pasta marcou a quarta tentativa para terça-feira da próxima semana.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG