Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fracassa acordo entre aeiou e grupo saudita

SÃO PAULO - Com expectativa de chegar a 500 mil assinantes no primeiro ano de atuação e se tornar a Jet Blue do setor de telefonia com seu foco em tarifas baixas, a aeiou - operadora de telefonia móvel em São Paulo - não terá um ano muito fácil em 2009. Em comunicado a Unicel do Brasil Telecomunicação, sua controladora, afirmou que não realizará a transferência de 49% de seu capital para a a Hits do Brasil Empreendimentos e Participações, do grupo saudita Hits Telecom.

Valor Online |

A operação aprovada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no mês de setembro foi suspensa por conta "do descumprimento, pela Hits, do acordo de investimento e das obrigações de pagamento pactuadas" entre as duas empresas. O grupo árabe declarou em seu país ter investido US$ 62 milhões para comprar a participação na aeiou.

"Com o petróleo a US$ 120 o barril, os árabes não têm onde colocar dinheiro. Por isso, cada vez que o petróleo sobe, penso: oba!", afirmou seu presidente e idealizador da aeiou, José Roberto Melo da Silva, em agosto de 2008, durante o lançamento da operadora. Com a crise mundial, a principal fonte de recursos dos árabes está cotada a um terço deste valor. A aeiou conquistou 0,01% - ou 15 mil - dos 150 milhões de acessos da telefonia móvel registrados no Brasil em 2008, segundo a Anatel.

O aporte dos árabes foi negociado depois que o fundo de investimento EJ8, do americano Edward Jordan, deixou a companhia em busca de novas oportunidades, como explicou Silva. O executivo afirma ter aplicado R$ 250 milhões para montar a infra-estrutura da operadora, restrita à capital paulista em virtude de uma disputa judicial com a TIM.

Uma fonte próxima à aeiou afirmou que ela está negociando com bancos e fornecedores para manter a operação normalmente enquanto busca outro sócio. Na nota, a companhia reforçou seu projeto de operadora de baixo custo.

(Gustavo Brigatto | Valor Econômico)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG