Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fórum oferecerá proposta de mais capital, reservas e vigilância ao G20

Roma, 14 fev (EFE).- Mais capital, mais reservas e mais normas para a vigilância são os três pontos nos quais se pode resumir as propostas que o Fórum de Estabilidade Financeira apresentará à próxima reunião do Grupo dos Vinte (G20, os países mais ricos e os principais emergentes) em Londres.

EFE |

Assim informou Mario Draghi, membro do Banco da Itália que preside o fórum, na entrevista coletiva no final das reuniões do G7.

O trabalho do Fórum de Estabilidade Financeira é "delinear as regras e garantir que sejam feitas do mesmo modo no mundo dos serviços financeiros", disse Draghi, que acrescentou que "fazê-las valer compete, em primeiro lugar, aos supervisores nacionais e, em segundo lugar, ao FMI, mediante as visitas que faz aos países (do G20)".

Os ministros de Economia dos países do Grupo dos Sete (G7, os países mais desenvolvidos) estão de acordo em reformar o Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo o comunicado final da reunião de hoje, realizada em Roma.

"Estamos de acordo em que um FMI reformado, reforçado com recursos adicionais, é crucial para responder com eficácia e flexibilidade à crise atual", afirma.

Os ministros de Economia dos países do G7 que iniciaram ontem à noite as reuniões, com um jantar de trabalho, fecharam hoje as jornadas de trabalho com um documento final.

O documento acrescenta que "a forte recessão já se traduziu em uma significativa perda de postos de trabalho e durará todo 2009".

EFE cps/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG