Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Fortis volta a negociar sua venda para o BNP Paribas e o governo belga

SÃO PAULO - O banco belgo-holandês Fortis voltou hoje às negociações com o BNP Paribas e o governo da Bélgica para a venda de parte de seus ativos para o banco francês. Depois que a justiça ordenou em dezembro a suspensão da transação, devido à dissidência dos acionistas com relação ao acordo, os bancos voltam a negociar novos termos para a operação.

Valor Online |

Sob as novas condições, o BNP adquiriria 10% dos negócios de seguros do Fortis por 550 milhões de euros, ao invés de comprar todo o braço de seguros por 5,5 bilhões de euros, como era anteriormente previsto.

Os investimentos do estado belga também seriam reduzidos e o banco francês teria que aumentar sua exposição aos ativos de risco do Fortis. Nesta nova forma de acordo, no entanto, a aquisição de 75% de todas as operações do Fortis pelo BNP ficaria inalterada.

Do lado do Fortis, a obrigação de cobrir perdas com ativos tóxicos passa a ser limitada a 1 bilhão de euros, e o banco deixa de garantir 2,35 bilhões em bônus perpétuos conversíveis.

No ano passado, quando o Fortis apresentou os primeiros efeitos da crise financeira internacional, o governo holandês decidiu estatizar a parte holandesa do banco, ao invés de participar da recapitalização. Isto estimulou o governo da Bélgica a negociar a venda da fatia restante para o BNP.

No entanto, o banco não buscou aprovação dos acionistas para tal operação, o que resultou em uma ordem de suspensão dos acordos pela justiça no mês passado.

Agora, o negócio será submetido à votação dos acionistas, que está marcada para 11 de fevereiro.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG